(81) 2129.4525 contato@escoladombosco.org.br  

doandoVidas_gincana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nos dias 26 e 30 (sexta-feira e terça-feira) de agosto de 2016, a Escola Dom Bosco promove a Gincana Dom Bosco Doando Vidas, que acontece na sede da Escola, situada à Av. General San Martin, 1449 no bairro do Bongi, Recife, no horário das 08 às 12 horas e no dia 30.08 no horário das 13 as 17 horas.

A Gincana Dom Bosco Doando Vidas tem como objetivo promover uma reflexão mais profunda sobre nosso papel na sociedade por meio da arrecadação de alimentos não perecíveis, produtos de limpeza, livros paradidáticos, brinquedos e principalmente doações de sangue direcionado ao Hemocentro de Pernambuco (HEMOPE). Onde já foram contabilizadas, até o início da semana, 136 (centro e trinta e seis) doações de sangue somente na sede do HEMOPE. A expectativa é chegar ao número médio de 300 (trezentas) doações até o fim da gincana. “Nosso objetivo é arrecadar o máximo de bolsas de sangue possíveis até a data da realização da gincana” diz Wagner Alcoforado, coordenador geral do evento.

Os demais produtos arrecadados serão entregues pelos jovens, ao final da Gincana, as entidades beneficentes do Recife e Jaboatão: Fraternidade “O caminho”; Escola da Colônia; Creche Mãezinha do Céu em Jardim Monte Verde e Centro Educacional Nossa Senhora Auxiliadora.

A Escola Dom Bosco é uma instituição católica, da Rede Salesiana, que visa construir uma sociedade mais justa e minimizar as desigualdades sociais oferecendo cursos profissionalizantes e inserção de jovens no mercado de trabalho através do Programa de Aprendizagem Profissional (Programa Jovem Aprendiz).  A Escola incentiva sua juventude por meio de atividades lúdico-recreativas, trabalho em equipe, ação social e a participação em atividades diversas como passeios, campanhas e gincanas.

Cerca de 1.200 jovens e adolescentes contratados na condição de aprendizes em diversas empresas e órgãos da Região Metropolitana do Recife estão envolvidos no evento protagonizando a construção de uma sociedade mais humanitária.

Gincana Dom Bosco Doando Vidas

Quando: Sexta-feira, 26 de agosto de 2016, das 8h às 12h.

Onde: Av. General San Martin, 1449 no bairro do Bongi.

Quando: Sexta-feira, 30 de agosto de 2016, das 13h às 17h

Onde: Av. General San Martin, 1449 no bairro do Bongi.

webDSC_0176

No último dia 10 de agosto foi realizada no Centro de Convenções de Pernambuco, a II Feira de Aprendizagem Profissional, promovida pelo Ministério do Trabalho e o Fórum Pernambucano de Aprendizagem Profissional (Forap), do qual a Escola Dom Bosco faz parte como uma das principais entidades formadoras do estado. Segundo Mirelly Silva, diretora executiva da escola: “foi motivo de orgulho e satisfação de nossa instituição, participar do evento, um momento intensificador de nossa missão”.

Em sua segunda edição, a Feira visou ampliar o conhecimento sobre aprendizagem profissional e incentivar a sua implantação nas empresas privadas e na administração pública, nos mais diversos municípios do estado, já que hoje está mais concentrada na região metropolitana de Recife.

Presença do P. Fabio com pré-noviços e do diretor do CEDB em Gramoré-Natal, P. Gilvan Galdino

No período da manhã, dentre as palestras direcionadas aos empresários, o aprendiz Raycharlison Coutinho, adolescente  que chegou até  a EDB através da parceria com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Pernambuco (SRTE/PE) no programa de combate ao Trabalho Infantil,  fez depoimento sobre a importância da aprendizagem como esta oportunidade vem contribuindo para seu crescimento profissional e pessoal.  “Na ocasião pudemos sensibilizar as empresas a contratarem aprendizes e como podemos contribuir para a formação profissional dos mesmos, sobretudo do nosso público alvo, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social”, explica/ afirma Jaqueline Oliveira, coordenadora de Aprendizagem da Escola, que também ressaltou a importância da participação em todo evento, desde a sua organização.O evento contou com a presença de empregadores, jovens aprendizes, adolescentes a partir de 14 anos, sindicatos patronais, conselhos tutelares e conselhos de direito, juntamente com educadores e gestores das principais das instituições habilitadas para formação profissional de aprendizes, que,  além da presença nos espaços de discussão, puderam apresentar seus trabalhos através de ‘stands’ montados no hall principal do Centro de Convenções. A EDB fez questão de organizar bem seu espaço e oferecer aos participantes esclarecimentos sobre a Aprendizagem profissional e mostrar o trabalho desenvolvido. Além da equipe de colaboradores, estiveram presentes nas atividades, durante todo período da manhã,  o salesiano diretor da presença Salesiana no bairro do Bongi, Pe. Fábio Leite, e os pré-noviços, que acompanham  e assessoram pastoralmente o trabalho da Escola.  A diretora Mirelly explicou que foi possível reforçar a importância e o diferencial da identidade salesiana: “acredito que ficou claro aos participantes que prezamos pelo crescimento e qualificação profissional dos jovens, com nossos princípios Salesianos de educar e com base em valores éticos, morais e de cidadania”.
A programação do período da tarde foi destinada mais especificamente aos  adolescentes e jovens, já aprendizes ou interessados, onde muitos alunos da Escola Dom Bosco também puderam participar. Além dos já referidos ‘stands’ e de apresentações culturais,  foram realizadas no teatro algumas rodas de diálogo sobre o mercado de trabalho, já que um dos focos do evento era justo orientar este público de  14 a 23 anos sobre como ingressar no mundo do trabalho através da aprendizagem.

Estima-se que uma média de 300 representantes de empregadores e mais de 7000 jovens tenham passado pela II Feira de Aprendizagem.

Sobre a EDB e Aprendizagem profissional

A Escola Dom Bosco começou seu programa de aprendizagem profissional desde a promulgação da Lei 10.097/2000, em 2000, que determina que todas as empresas de médio e grande porte devem contratar jovens  na condição de aprendiz, de 14 a 24 anos (para as demais a contratação é facultativa), com registro na carteira de trabalho em regime especial e por tempo determinado, em acordo com a entidade formadora no curso referente à sua área de aprendizagem.
Hoje, a EDB tem 1.088 aprendizes, inseridos em mais de 100 empresas, sendo uma entidade de referência no estado de Pernambuco. Além de Recife, atua através de polos em parceria com outras entidades salesianas e espaços nos municípios de Jaboatão, Carpina e Goiana.  Um dos diferenciais da escola, é o engajamento na luta contra o Trabalho infantil e a inserção de adolescentes oriundos de situações de vulnerabilidade no programa.

Por: Jakeline Lira 

VEJA TODAS AS FOTOS NO FACEBOOK, CLIQUE AQUI